• A voz do inconsciente é sutil, mas ela não descansa até ser ouvida

    Sigmund Freud
  • Acordar para quem você é, requer desapego de quem você imagina ser

    Allan Whatts
  • O pensamento é ensaio da ação

    Sigmund Freud
  • A inteligência é o único meio que possuímos para dominar os nossos estintos

    Sigmund Freud
  • A angustia não se resolve, se dissolve nas palavras.

    Jacques Lacan
  • Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.

    Henry Ford
  • A maneira de ajudar os outros é provar-lhes que eles são capazes de pensar.

    Dom Hélder Câmara
  • Todo amor é recíproco, mesmo quando não é correspondido.

    Jacques Lacan
  • Penso onde não sou, portanto, sou onde não penso.

    Jacques Lacan
  • Se as coisas vão mal fora de você, é porque tem á alguma coisa errada dentro de você mesmo.

    Henry Ford
  • Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.

    Sigmund Freud
  • Amar é dar o que não se tem a alguém que não o quer.

    Jacques Lacan

Sobre a Analise

Quando Freud inventou a psicanálise, talvez não imaginasse a proporção da sua invenção e a abrangência social e temporal da sua teoria.

Apesar de atualmente não ser a mesma psicanálise que Freud exerceu na sua época, continuamos lendo Freud através de Lacan que trouxe outro jeito de estudar Freud, ou seja, ao pé da letra.

Lacan também dizia que a psicanálise é como uma arte barroca, com contornos, ondulações e porque não furos, onde cada analista acrescenta um pouquinho de si para complementar essa obra.

Isso é o que vemos em cada consultório, certamente, ainda que sobre o mesmo referencial teórico, cada analista coloca de si, de um jeito muito particular.

O sujeito chega, em busca de uma explicação para seu sofrimento, espera ser compreendido e uma resposta para tal sofrimento.

O analista acolhe, mas não responde, ele caminha junto, para que o sujeito encontre muito mais do que respostas e sim aprenda a fazer perguntas, se questione.

A mudança não é da ordem das respostas, já que essas são prontas. A mudança é da ordem das perguntas.

O analista, provoca, instiga, interpreta. É rigoroso sem deixar de ser acolhedor.

A análise transforma, faz com que o sujeito lide com o mundo de maneira diferente, descobrindo seu desejo verdadeiro e sustentando suas escolhas, sejam elas quais forem, porque essas, só pertencem ao próprio sujeito.

A análise não é um processo fácil, exige investimento e não é do financeiro que estou falando. Evidente que o pagamento das sessões é importante, mas o investimento de que falo, é de tempo, dedicação, o sujeito abre mão de uma série de coisas para estar ali, na sessão.

Freud dizia;” Desconfie de uma análise rápida, fácil”, porque mudança não é de uma hora pra outra, é da ordem do desejo e do quanto cada um está disposto a sustentar esse desejo.

Certamente, ao falar sobre a análise, eu falo através do meu olhar, da minha experiência enquanto fui analisante e enquanto sou analista, cada analista olhara para a questão de uma forma, colocando um pouco de si, como dizia Lacan.

Fale Comigo